Como fazer quadros decorativos bonitos e baratos

Se você quer montar uma decoração com quadros, mas não quer gastar com molduras e artes caras, aprender como fazer quadros decorativos sozinha é a solução.

Por isso, nesse conteúdo vamos te mostrar como fazer os seus próprios quadros de 3 formas diferentes, gastando pouco e de forma prática e fácil.

Confira o texto completo logo abaixo:

O que você precisa para fazer quadros decorativos?

Saber como fazer quadros decorativos baratos e de forma prática pode te ajudar a dar um up no visual do seu apê, mas antes de conhecer algumas dicas de como fazer isso, você precisa entender o que vai precisar para essa tarefa.

Além de ter muita disposição e vontade de pôr a mão na massa, você também vai precisar entender bem o estilo do ambiente que quer decorar, e como os seus quadros vai encaixar nessa decoração.

Feito isso, o próximo passo é preparar a parede para os seus quadros, e separar os materiais que você vai precisar para montar as peças.

Veja uma lista do que você pode precisar:

  • Fita dupla face;
  • Tesoura ou estilete;
  • Fita métrica ou régua;
  • Papel cartão ou molduras de retrato prontas;
  • Pregos e martelos;
  • Papel de pintura e tinta, ou artes impressas em papel de boa qualidade.

Se ficou em dúvida sobre a utilidade de alguns itens da lista, você já descobrirá porque os listamos acima, pois é agora, a hora de aprender a fazer quadros baratos.

Como fazer quadros decorativos gastando pouco?

fazer quadros decorativos gastando pouco
Foto de Antoni Shkraba no Pexels

Agora que já sabe o que deve considerar antes de montar seus quadros, e os materiais que precisará, é hora de entender como fazer quadros decorativos gastando pouco. E existem 3 maneiras muito práticas:

Use artes impressas com molduras em papel cartão

Talvez a maneira mais fácil e prática das 3, para montar um quadro dessa forma, você vai precisar de uma folha de papel cartão para fazer uma moldura simples, e da sua arte preferida impressa em um papel de boa qualidade. Para ver como isso fica na prática, com medidas e um passo-a-passo, confira abaixo.

Crie pinturas feitas a mão com molduras prontas

Outra maneira bem prática de criar quadros bonitos e atrativos, é pintá-los você mesmo! E isso pode ser bem fácil. A ideia aqui, é focar em um estilo minimalista, com desenhos e contornos de linha fina e simples, que você pode fazer com tinta e pincel. Veja alguns exemplos.

Depois de prontas, é só esperar as pinturas secarem e colocá-las em uma moldura de retrato comum, daquelas que dá para achar em lojinhas de decoração.

Faça pinturas geométricas com vinil adesivo

A terceira forma de fazer quadros e talvez a mais criativa até agora, é criar desenhos geométricos bem simples com sobreposição de camadas de Vinil adesivo.

Para fazer isso, você só precisa comprar vinis de cores e texturas diferentes, recortá-los no formato ou desenho que quer expor, e colar todos eles no quadro.

Depois é só colocar a imagem em uma moldura A4 ou A3, ou mesmo em uma moldura para retrato.

Se quiser entender melhor todo o processo, veja tudo nesse vídeo.

3 dicas para harmonizar os seus quadros

3 dicas para harmonizar
Foto de Spencer Selover no Pexels

Agora que você já sabe como fazer quadros decorativos de 3 formas diferentes, e aprendeu a montar cada composição, é hora de pendurá-los na parede. Por isso, separamos 3 dicas para harmonizar seus quadros e criar uma decoração elegante e atrativa.

Confira:

  • Brinque com composições de tamanhos diferentes – Essa dica é ótima para montar uma galeria de quadros. Para fazer essa composição do jeito certo, sempre preze pela harmonia entre quadros grandes e pequenos;
  • Use o mesmo estilo de arte ou cor de moldura em todos os quadros – Fazer isso vai te ajudar a criar uma sensação de continuidade entre as peças, dando mais harmonia e beleza ao seu ambiente;
  • Crie composições que conversem entre si – Criar composições com o mesmo desenho, dividido em vários quadros, ou com um estilo visual que transmita continuidade, também é uma ótima ideia para harmonizar seus quadros na parede.

Como fazer quadros decorativos personalizados?

quadros decorativos personalizados
Foto de Andrew Neel no Pexels

Se leu até aqui, você já entendeu como fazer quadros decorativos gastando pouco, e viu dicas para harmonizá-los na sua parede. Mas o que fazer para criar quadros personalizados, que tenham a sua cara e deem o seu toque pessoal a um espaço da casa?

Nessa hora, você pode fazer isso de várias formas, seja escolhendo as artes que mais combinam com a sua personalidade e gosto pessoal, ou mesmo imprimindo artes personalizadas e criando desenhos autorais, como já pontuamos antes. Veja alguns exemplos para se inspirar.

Outra opção, é dar asas à imaginação, e criar as suas próprias molduras e os seus próprios modelos de quadro, usando materiais e objetos dos mais variados tipos, montando uma composição que tenha a sua cara.

Como fazer quadros decorativos bonitos?

quadros decorativos bonitos
Foto de Greta Hoffman no Pexels

E agora chegamos ao final. Se entendeu tudo que te ensinamos até aqui, você já pode começar a se aventurar no mundo dos quadros decorativos. Mas, antes de ir, confira 2 dicas de ouro para sempre fazer quadros bonitos:

  • Aposte em cores que contrastem com o ambiente em que os quadros estão, e que também estejam em harmonia com a decoração;
  • Pesquise ideias de estilos e composições que funcionam melhor em cada espaço, aumentando as chances de acertar na escolha visual.

Curtiu esse conteúdo? Quer mais textos desse tipo? Então dê uma olha no material que já temos aqui no site, e continue a sua viagem pelo mundo da arte e decoração!

Decoração para parede: saiba como fazer e o que colocar na sua

Escolher uma decoração para parede pode ser o ponto-chave para dar um up no visual de um ambiente, ou esconder aquela parede meio sem graça que chama tanta atenção.

Se você quer saber como fazer isso de forma fácil e prática, incrementando o visual das paredes de qualquer ambiente, então continue lendo.

Nesse conteúdo vamos te mostrar como decorar uma parede com simplicidade, valorizando o visual de um ambiente e dando funcionalidade à sua parede vazia.

Confira:

Como decorar uma parede de forma simples?

Para decorar sua parede de forma simples, você pode começar de forma muito prática, optando por recursos universais, como uma simples pintura localizada num estilo de meia parede ou mesmo com as famosas pinturas geométricas.

Outro item muito útil para decorar qualquer parede, é o quadro decorativo. Eles costumam ser baratos e acessíveis, combinando com quase qualquer estilo de decoração.

Criar uma composição de quadros bonita e atrativa, pode ser a solução que você tanto esperou para repaginar aquela parede sem graça, dando destaque para o seu espaço sem deixar de lado o visual.

Além dessas opções, existem outras alternativas, como usar um papel de parede personalizado, que valorize o estilo do seu espaço e dê um toque mais despojado à sua parede.

O que usar na decoração para parede?

O que usar na decoração
Foto de Afta Putta Gunawan no Pexels

Apesar da variedade de opções que listamos acima, saber qual elemento usar na decoração para parede pode não ser tão óbvio, já que você pode se perder no meio de tanta informação.

Por isso, saiba que para escolher o que funciona melhor para você, o ideal é entender o estilo que escolheu para cada ambiente, pois ele irá guiar todas as suas opções de decoração.

Dito isso, existem diversas possibilidades além das que já listamos acima, que variam desde escolhas de pinturas, como pinturas com texturas aplicadas, pinturas geométricas e pinturas em degradê, até composições com colagens, texturas 3D, desenhos em painéis e muito mais.

Nessas horas, vale escolher o estilo que mais te agrada e que combine com o seu ambiente, compondo uma decoração criativa e harmônica, que dê uma cara nova ao espaço.

4 itens para incrementar a sua decoração para parede

4 itens para incrementar
Foto de Elina Sazonova no Pexels

Além das opções que listamos nos dois tópicos acima, existem 4 itens muito úteis que podem incrementar ainda mais uma decoração para parede.

Usando eles, você pode criar um destaque mais sóbrio para esse espaço, um ponto de dispersão de luz ou mesmo uma textura especial para dar aquele charme no ambiente.

Confira os 4 logo abaixo:

  • Boiserie – Muito usado em decorações mais clássicas, ele cria uma moldura sóbria na parede que combina muito com cores mais neutras;
  • Prateleiras ou nichos coloridos – Esses objetos são extremamente funcionais, além de criarem ponts decorativos em qualquer parede, chamando atenção para a sua composição;
  • Pintura com textura – Protagonistas do estilo faça você mesmo, esse tipo de coloração pode ser composta com toques mais texturizados, criando formatos e imagens super descoladas para a sua parede;
  • Espelhos – Os espelhos são itens clássicos e atemporais, e quando posts em uma parede podem dar um tom de destaque ao espaço enquanto ainda ampliam a sensação de amplitude do seu ambiente.

Como escolher uma decoração para parede da sala?

Como escolher uma decoração
Foto no Pixabay

Se você leu até aqui, já viu como fazer uma decoração para parede de forma simples, e também aprendeu a escolher os melhores tipos de decoração para esse espaço da casa.

Então, indo um pouco mais adiante, é hora de entender como escolher uma decoração para a parede da sua sala.

Para fazer isso, é importante levar em conta do tamanho do seu espaço, o estilo predominante nesse ambiente, e qual parede você pretende decorar.

Tendo organizado essa parte, é hora de escolher entre as várias opções que já listamos anteriormente, levando em conta o que combina melhor com a sua sala, com seu gosto pessoal e com a localização da sua parede.

Se você quer uma inspiração, aqui vai uma dica: criar uma parede de destaque nesse ambiente pode ser uma ótima ideia, dando um charme visual para o espaço e uma utilidade para a sua parede vazia.

Essa dica funciona ainda melhor na parede onde fica o painel da sua TV, criando um espaço destacado com vários elementos visuais para a sala.

Dicas para deixar qualquer parede mais bonita

Dicas para deixar qualquer parede
Foto de Teona Swift no Pexels

E chegamos ao fim! Agora você já sabe como escolher a melhor decoração para a sua parede, como fazer isso com simplicidade e até mesmo como decorar a parede da sua sala; então é hora de colocar a mão na massa.

Mas antes de finalizarmos, confira 3 dicas rápidas para deixar qualquer parede mais bonita:

  1. Experimente com texturas sobre pinturas de base mais escuras;
  2. Crie uma parede de destaque também em outros ambientes; elas são ótimas opções de decoração;
  3. Crie uma composição com tons mais neutros e objetos decorativos presos na parede, criando um desvio visual mais sutil e elegante.

Curtiu esse conteúdo? Então nos conte nos comentários. E não esqueça de continuar acompanhando nossos textos sobre o mundo da arte e da decoração!

Cozinha americana com sala de jantar: como criar e decorar esse espaço

Fazer uma cozinha americana com sala de jantar pode ser a solução para criar um ambiente integrado em uma casa pequena ou apartamento, aumentando a sensação de amplitude e dando um toque moderno ao ambiente. Mas você sabe como criar e decorar esse espaço?

Se a sua resposta for não, não se preocupe. Nesse conteúdo vamos te contar o que é uma cozinha americana, como integrá-la a sua sala de jantar, como decorar esse ambiente, e muito mais. Então, não perca tempo e comece a ler agora mesmo.

O que é uma cozinha americana?

Compor uma cozinha americana com sala de jantar pode ser uma ótima opção para integrar espaços na sua casa; mas o que é exatamente uma cozinha americana?

Cozinhas americanas nada mais são que cozinhas de parede aberta, integradas a outro espaço, e são geralmente encontradas com um balcão ou bancada de refeições dividindo os ambientes.

Elas costumam ser ótimas opções para criar um visual mais amplo e moderno para o seu ambiente integrado, ou mesmo em apês pequenos, já que essa composição valoriza muito a sensação de amplitude.

Entre as vantagens desse tipo de cozinha, está a possibilidade de criar um ambiente de interações com as suas visitas, criando um espaço aberto onde dono da casa e os amigos podem conversar livremente.

Apesar disso, existem alguns pontos a ser considerados antes de optar por esse estilo de cozinha, e mesmo regras para compor esse ambiente com uma sala de jantar. Vamos descobrir no próximo tópico.

Como montar uma cozinha americana com sala de jantar?

Como montar uma cozinha americana
Foto de Curtis Adams no Pexels

Tendo entendido o que é uma cozinha americana e conhecido suas vantagens, é hora de descobrir como integrar uma cozinha americana com sala de jantar, unindo a sua cozinha ao espaço de refeições da casa.

Para fazer isso, se atente a duas etapas.

  1. Planeje bem o uso do espaço

Planejar o espaço que você tem disponível nos dois ambientes e como vai usar isso na integração é essencial, e vai te ajudar a fazer a melhor combinação possível para a sua casa.

Planejando esse ambiente, você pode aumentar a sensação de simetria e continuidade, deixando os dois espaços com cara de um só, além de aumentar a praticidade da sua cozinha.

  1. Crie uma unidade visual para os dois ambientes

Criar uma linha de conexão entre sua sala de jantar e a cozinha, é o ponto central de uma boa integração, aumentando a sensação de que um espaço faz parte do outro, e vice-versa.

Você pode fazer isso utilizando os mesmos materiais de marcenaria na cozinha e na sala, brincando com a mesma paleta de cores, usando o mesmo estilo de decoração ou até mesmo aplicando o mesmo piso nos dois espaços.

4 dicas para integrar sua cozinha americana com sala de jantar

4 dicas para integrar sua cozinha
Foto de Charlotte May no Pexels

Indo um pouco mais além na integração de uma cozinha americana com sala de jantar, preparamos 4 dicas extras para te ajudar na hora de planejar esse espaço de forma eficiente e prática.

Veja quais são:

  1. Deixe a sua cozinha visualmente atrativa – Seja no visual, na escolha da pintura ou no design dos móveis, a sua cozinha chamará atenção de quem estiver na sala, então pense sempre em como deixá-la bonita;
  2. Use uma Coifa – Uma grande desvantagem da cozinha americana, são os cheiros e gorduras da cozinha, que podem se espalhar para a sua sala. Para evitar isso, não dispense o uso de uma coifa;
  3. Use a bancada como objeto funcional – A bancada é o ponto central de uma cozinha americana integrada, e você pode usá-la nos dois ambientes, dividindo o espaço para as necessidades da cozinha e também da sala;
  4. Estenda elementos visuais de um ambiente para o outro – Móveis que se misturam nos ambientes, como um rack de tv que vira bancada,pode ser uma ótima opção para integrar ainda mais os espaços da sua casa.

Como decorar uma cozinha americana com sala de jantar?

Como decorar uma cozinha americana
Foto de Charlotte May no Pexels

Se leu até aqui, você já sabe como criar e integrar uma cozinha americana com sala de jantar da forma certa, então agora é hora de aprender a decorar esse ambiente.

Para isso, você deve focar em criar uma decoração harmoniosa que una os dois espaços, dando uma sensação de continuidade visual.

Isso pode ser feito com uma paleta de cores compartilhada nos dois cômodos, com o uso de elementos visuais presentes nos dois espaços, como peças de madeira; ou mesmo usando o mesmo tom de iluminação.

Usar a bancada como objeto de decoração também pode ser uma ótima opção, já que ela tem uma versatilidade que atende aos dois espaços.

Dá para fazer isso usando essa peça para apoiar objetos da cozinha e também como aparador ou mini estante do lado da sala, ou mesmo como uma bancada para bebidas. Tudo depende da sua criatividade.

Conclusão

Conclusão
Foto de Max vakhtbovych no Pexels

Agora você já sabe o que é uma cozinha americana, como integrar sua cozinha americana com sala de jantar, e como decorar esse espaço, então agora já pode começar a planejar a sua da forma certa.

Se ainda tiver dúvidas ou sugestões de novos temas, não esqueça de nos contar nos comentários, e continue acompanhando nossos conteúdos semanais com novas dicas sobre o mundo da casa e da decoração.

Veja alguns nos links abaixo.

Como fazer capa de almofada de forma simples e sem costura

Aprender como fazer capa de almofada pode ser muito simples e prático, e te poupar muito trabalho e dor de cabeça na hora de comprar os itens certos, ou mesmo ao montá-las você mesma.

Por isso, se você quer aprender a fazer suas capas sozinha, sem muito esforço e sem usar costura, está no lugar certo.

Nesse conteúdo vamos te contar o passo-a-passo para fazer isso da forma mais prática e simples possível.

Acompanhe:

Como fazer capa de almofada gastando pouco?

Para aprender como fazer capa de almofada gastando pouco, você pode começar pela escolha do tecido certo.

Existem muitas opções no mercado, e eles podem ser reaproveitados, tecidos baratos com estampa, tecidos lisos e por aí vai, tudo depende das suas necessidades.

Indo mais além, com a técnica que vamos te ensinar, você também pode economizar na compra de materiais, já que a maioria deles pode ser facilmente encontrada na sua casa.

Agora que já entendeu como você pode fazer capa de almofada sem gastar muito dinheiro, é hora de aprender o passo a passo de todo o processo.

Como fazer capa de almofada sem costura?

fazer capa de almofada sem costura
Foto de Karolina Grabowska no Pexels

Seguindo a linha do faça você mesmo, chegou a hora de aprender como fazer a sua capa de almofada sem ajuda de ninguém, e sem mesmo precisar costurá-la.

Para isso, você vai precisar de alguns materiais. Confira a lista:

  • Tesoura para cortar tecido;
  • Régua;
  • Cola para tecido ou cola universal;
  • Tecido suficiente para cobrir uma ou mais almofadas;
  • Ferro de passar roupa.

Tendo separado todos os materiais, é hora de conferir o passo-a-passo para fazer uma capa.

Veja só:

Passo 1: comece a cortar o tecido

Com a ajuda da tesoura e da régua, corte o tecido que escolheu em 3 pedaços, um pedaço grande, de 44X44 cm, um pedaço médio, de 44X35 cm, e outro pequeno de 44X25 cm. São eles que darão a forma da sua capa de almofada.

Passo 2: faça a bainha dos dois pedaços menores e cole todos os 3 juntos

Usando novamente a régua, faça uma linha com 1 cm de espessura no lado de baixo do pedaço de tecido médio. Depois, passe cola em toda essa região, dobre e cole, formando a primeira dobra da bainha.

Após a secagem, faça mais uma dobra, seguindo o mesmo processo. Repita também todo esse processo no pedaço de tecido menor.

Depois de feita a bainha dos dois pedaços, é hora de colar tudo junto.

Para fazer isso, passe cola nas 4 bordas de 1cm que já marcou no pedaço de tecido maior. Após isso, cole cuidadosamente o pedaço médio na metade superior do pedaço maior, unindo as bordas dos dois, e espere um pouco.

Após isso, cole o pedaço menor na metade que restou do tecido. Nessa hora, você vai precisar passar um pouco de cola nas bordas do pedaço menor, pois ele será colado por cima do segundo pedaço.

Por último, depois que tiver colado tudo com muito cuidado, passe o ferro de passar roupas com leveza em cima de todo o tecido, para acelerar a secagem da cola.

Se ainda tiver dúvidas sobre alguma parte do processo, confira o passo-a-passo detalhado neste vídeo.

4 tipos de tecido para a sua capa de almofada

4 tipos de tecido
Foto de Designecologist no Pexels

Agora que você já aprendeu o passo a passo de como fazer capa de almofada, é hora de conferir alguns tipos de tecidos que você pode usar ao fazer a sua, para aumentar as opções de estampas e texturas que você pode usar.

Confira quais são eles:

  • Tricoline – O tricoline é um dos tecidos mais comuns para fazer peças decorativas estofadas, e tem um bom custo benefício e boa variedade de opções;
  • Oxford – Um pouco mais refinado que o tricoline, o tecido Oxford também é bastante usado em almofadas, e tem uma textura mais agradável ao toque;
  • Algodão – Como não poderia deixar de ser, você também pode encontrar diversos tecidos feitos em algodão, já que esse material costuma ser usado junto a vários tipos de fios;
  • Tecidos Sintéticos – Esse tipo de tecido costuma ter uma composição mais artificial, dando uma textura moderna ao seu estofado.

Como fazer capa de almofada personalizada?

Como fazer capa
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Se seguiu todos os passos até aqui, você com certeza já entendeu como fazer capa de almofada da forma mais prática e simples possível. Mas como deixá-la com a sua cara?

Para criar almofadas personalizadas fazendo as suas próprias capas, você pode experimentar com desenhos e estampas mais artesanais, e montar a sua composição você mesma.

Para isso, vale cria desenhos com pedaços de PS metallic , uma película de poliuretano que pode ser colada facilmente no seu tecido, basta usar um pouco de calor.

Com ela você pode dar asas à imaginação, e experimentar com vários desenhos e formas que combinem com a sua personalidade.

Truques para fazer a melhor combinação de almofadas

fazer a melhor combinação
Foto de Max Vakhtbovych no Pexels

E chegamos ao fim. Agora você já sabe como fazer uma capa para almofada de forma fácil, prática e barata, e pode começar a por a mão na massa. Mas antes de finalizarmos, que tal conferir mais 2 dicas para fazer a melhor combinação de almofadas?

Confira:

  1. Use tecidos com estampas que combinem com o estilo do seu sofá, ou com a decoração da sua casa;
  2. Faça contrastes entre as cores das almofadas e a cor base do seu cômodo, deixando tudo mais harmônico.

Curtiu esse passo-a-passo? Então nos conte nos comentários. E continue acompanhando nossos conteúdos semanais sobre casa e decoração!

Como decorar escritório de forma simples e barata? Veja algumas dicas

Você quer dar uma incrementada no visual do seu escritório mas não sabe bem como fazer? Então saiba que decorar escritório não é nada difícil, e em alguns casos você pode até fazer sozinho.

Quer saber como fazer isso? Então não pare de ler. Vamos te contar como decorar um escritório gastando pouco, mesmo que seja pequeno, além de dar dicas de itens para decorar esse espaço sem abrir mão da elegância, e muito mais.

Confira logo abaixo:

O que não pode faltar no seu escritório?

Seja em um home-office, em um espaço compartilhado ou em um ambiente compacto, decorar escritório é uma tarefa essencial e muito bem-vinda para esse espaço tão comum no nosso cotidiano.

Por isso, para saber como deixá-lo bonito e aconchegante, primeiro você precisa conhecer os elementos são indispensáveis na sua composição.

Já que o foco de um escritório é o trabalho, é certo que precisará de uma boa mesa, uma boa divisão de espaços e um visual clean e mais sóbrio.

Por isso, vale levar esses pontos em consideração, lembrando também de outras peças igualmente importantes, como organizadores de documentos ou arquivos, gaveteiros para guardar objetos, itens de papelaria e por aí vai.

Todos esses elementos são parte indispensável de um escritório e é conhecendo eles que você será capaz de criar uma decoraçãoF que seja harmônica e adaptada a esse espaço.

Como decorar escritório gastando pouco?

decorar escritório gastando pouco
Foto de Cup of Couple no Pexels

Mesmo em um espaço de trabalho mais compacto, saber decorar escritório pode ser uma tarefa cansativa e trabalhosa, além de custar os olhos da cara. Por isso, é hora de descobrir como decorar o seu espaço gastando pouco, sem abrir mão do visual.

Para fazer isso, você só precisará focar em elementos-chave, que vão criar a base para os detalhes da sua decoração, como uma pintura localizada ou papel de parede texturizado.

Como são elementos visuais e de grande abrangência, eles podem ser utilizados em quase todos os cômodos do seu escritório, criando uma continuidade visual e dando uma sensação de completude a todo o ambiente.

Outra dica muito útil, é montar a decoração com objetos e móveis reutilizados, caso isso combine com o estilo que escolheu para o seu espaço de trabalho.

Dá para fazer isso usando caixotes e pallets reutilizáveis para montar uma estante ou mesa de trabalho, e até objetos descartados da sua própria casa.

5 itens essenciais para decorar escritório

5 itens essenciais
Foto de Pavel Danilyuk no Pexels

Tendo aprendido a decorar escritório gastando pouco, e conhecendo os elementos que não podem faltar nesse ambiente, é hora de irmos além, e descobrir 5 itens essenciais para a decoração de um escritório, que serão muito úteis para você.

Confira quais são eles:

  1. Iluminação indiretaSpots de luz ou pontos de led embutidos na parede, ou em locais estratégicos, podem ser ótimas opções para dar uma sensação de aconchego e uma iluminação mais serena ao seu escritório;
  2. Papel de Parede — Já citamos eles antes, mas aqui vale ressaltar que esses itens são perfeitos para criar painéis de destaque ao longo de todo o seu espaço, dando um charme a mais na decoração;
  3. Estantes ou Prateleiras — Assim como os arquivos ou organizadores, essas peças são indispensáveis para guardar documentos e objetos de uso no dia-a-dia do trabalho;
  4. Quadros – Eles são elegantes, versáteis e funcionam em quase qualquer lugar, ideais para dar um tom de sofisticação a um escritório com decoração mais sóbria;
  5. Plantas – Talvez os itens menos óbvios dos 5, as plantas são ótimas opções para dar um toque natural ao escritório, melhorando o bem-estar nos momentos de trabalho.

Como decorar escritório pequeno?

decorar escritório pequeno
Foto de Huseyn kamaladin no Pexels

Na hora de decorar escritório, as escolhas que você aprendeu a fazer até aqui, vão ajudar na decoração e criação de um espaço de trabalho elegante e aconchegante. E se ele for muito pequeno?

Se você tem um escritório com pouco espaço, não se preocupe, exstem truques de decoração que servirão muito bem aqui.

O primeiro deles é focar em cores neutras e serenas, que aumentem a sensação de amplitude sem desviar do tom sóbrio desse ambiente, como o branco, cinza, ou mesmo uma textura amadeirada. Veja um exemplo.

Outra dica muito prática, é focar em móveis compactos e multifuncionais, que ocupem pouco espaço e tenham mais de uma função. Eles são excelentes para espaços pequenos, e ainda adicionam praticidade à sua rotina de trabalho.

Por fim, mas não menos importante: aposte em uma mesma identidade visual, compartilhando o mesmo estilo e elementos decorativos em todos os cômodos do escritório. Isso dará a sensação de que ele é muito maior.

Dicas para escolher uma mesa de escritório

escolher uma mesa de escritório
Foto de RODNAE Productions no Pexels

Agora você já sabe como decorar escritório de forma simples e barata, e até conheceu maneiras de arrumar esse ambiente com pouco espaço. Então, antes de finalizarmos, é hora de aprender 3 ótimas dicas para escolher a mesa ideal:

  • Escolha uma mesa fácil de montar, com tons mais sóbrios e claros, como o branco;
  • Opte por uma peça com altura entre 70 e 75 cm, e largura mínima de 1 metro. Essas são as medidas mínimas para um espaço confortável;
  • Escolha modelos com estilos e acabamentos que combinem com o estilo de arquitetura do seu espaço de trabalho.

Curtiu essas dicas? Quer mais conteúdos desse tipo? Então continue acompanhando nossos textos semanais sobre arte e decoração!

Como fazer cabeceira estofada de forma fácil e prática

As cabeceiras estofadas são ótimas peças para dar um charme ao seu quarto e conforto à sua cama, e podem ser muito fáceis de fazer.

Quer saber como fazer cabeceira estofada você mesmo, de forma fácil, prática e barata? Então não pare de ler. Vamos te ensinar o passo-a-passo para montar essa peça logo abaixo.

Acompanhe:

O que é preciso para fazer uma cabeceira estofada?

Antes de entender como fazer cabeceira estofada de forma fácil e barata, você precisa saber o que deve considerar ao montar uma cabeceira, e quais materiais terá que usar nessa hora.

Na primeira etapa de criação, é necessário entender o tamanho do seu quarto, além de saber o tipo de cama que você tem, e o estilo de decoração desse espaço. Entender esses pontos vai te ajudar na hora de montar a cabeceira ideal.

Sabendo disso, é hora de conhecer os materiais que você vai usar na sua cabeceira estofada. Para facilitar o seu trabalho, vamos te ensinar a fazer uma cabeceira modular simples, com peças de módulo retangulares.

Então, confira a lista de materiais:

  • Tecido para cobrir cada módulo (você pode escolher o que mais te agrada);
  • Manta acrílica simples;
  • Espuma;
  • Cola para espuma;
  • Placas de MDF de 3mm;
  • 1 placa retangular de MDF no comprimento da sua cabeceira (você vai usá-la para juntar todos os módulos);
  • Grampeador e grampos de madeira;
  • Parafusos e parafusadeira;
  • Suporte de parede para cabeceira.

Vale lembrar que para comprar a maioria desses materiais, você precisa saber o tamanho em altura e largura que quer usar na sua cabeceira, já que isso vai guiar a quantidade de material que você terá que comprar.

Como fazer cabeceira estofada de forma prática

fazer cabeceira estofada de forma prática
Foto de FW Studio no Pexels

Sabendo o que é preciso para montar a sua cabeceira, é hora de finalmente entender como fazer cabeceira estofada de forma prática, usando os materiais que acabamos de listar.

Para isso, vamos dividir o processo em 4 passos:

Passo 1:

Corte pedaços de MDF em pequenas placas retangulares iguais, levando em conta as dimensões que você escolheu para a sua cabeceira.

Uma dica aqui, é usar o número padrão de 5 módulos com 60X17 cm cada, para uma cama de solteiro.

Passo 2:

Corte pedaços de espuma no mesmo tamanho de cada placa, usando a própria peça como molde.

Depois disso, corte pedaços de tecido e manta acrílica com 5 cm de sobra em todos os lados. Faça isso para conseguir grampear tudo mais tarde.

Passo 3:

Cole as espumas em cada placa de madeira, usando a cola de espuma, e depois grampeie um pedaço de manta e de tecido juntos em cada peça, puxando bem as bordas do tecido para criar um efeito redondinho em cada módulo.

Passo 4:

Una todos os módulos parafusando-os no pedaço maior de MDF, para criar uma peça inteiriça.

Depois disso, parafuse os suportes de cabeceira em cada lado da peça e também na sua parede, para criar o encaixe perfeito.

Pronto! Agora é só encaixar a cabeceira na parede.

Outros materiais para usar na sua cabeceira

Outros materiais para usar
Foto de Brent Keane

Se seguiu esses passos, você com certeza já virou expert em como montar cabeceira estofada, mas caso queira economizar ainda mais no seu projeto, separamos 3 materiais baratos que você também pode usar para montar uma cabeceira.

Confira:

  • Madeira reutilizada ou Pallets – Se o seu assunto é praticidade, também pode criar uma cabeceira feita com pallets, ou madeira reutilizada. Não existe nada mais fácil;
  • PVC – Outra alternativa fácil e barata, é criar uma cabeceira feita de tubos de PVC. Eles dão um ar mais despojado e industrial ao seu quarto, e são facílimos de montar;
  • Metais leves – Usar metais leves, como o alumínio, também é uma ótima opção para criar uma cabeceira bonita, além de ser muito fácil de fazer.

Como fazer cabeceira estofada com boa altura e densidade

cabeceira estofada com boa altura
Foto de Max Vakhtbovych no Pexels

Agora que você já viu 3 opções alternativas ao modelo de cabeceira estofado, é hora de voltarmos a ele, e entender como fazer cabeceira estofada com boa altura e densidade.

Para certar na altura, o ideal é deixar a sua cabeceira com um encosto acima da cama de no mínimo 70 a 80 cm de altura. Essa medida é suficiente para você encostar nela sem se sentir desconfortável.

Já a densidade da espuma e dos módulos da peça, pode variar de conforme o seu gosto pessoal, e o espaço que quer deixar livre na cama. Mais uma vez, para te dar uma medida padrão, vamos indicar a espessura média de 3 cm em cada espuma.

Por fim, vale ressaltar que as medidas da sua cabeceira devem harmonizar com o tamanho do seu quarto, de modo que não atrapalhe a circulação ou mesmo o visual da sua decoração. Veja como isso fica na prática.

Como fazer a cabeceira estofada ficar bonita

cabeceira estofada ficar bonita
Foto de Vecislavas Popa no Pexels

Pronto! Agora você já sabe como fazer cabeceira estofada, e viu um passo-a-passo para montá-la você mesmo; então é hora de colocar a mão na massa.

Mas antes de finalizar, veja 3 dicas extras para deixar a sua cabeceira mais bonita:

  • Crie um design que seja visualmente atrativo;
  • Use cores e texturas de tecido que sejam elegantes e confortáveis;
  • Use a cabeceira como uma peça integrada à decoração do quarto.

Curtiu esse conteúdo? Então nos conte nos comentários. E não esqueça de continuar acompanhando nossos textos sobre casa e decoração!

Quarto Minimalista: saiba o que é, como fazer e como decorar

Ter um quarto minimalista pode ser uma ótima opção para quem gosta de um ambiente de descanso com visual mais simples e aconchegante. Mas o que é exatamente esse tipo de quarto, e como você pode decorá-lo?

Se você tem essas dúvidas, não se preocupe. Nesse conteúdo você vai entender o que é um quarto minimalista, como fazer um e como decorar você mesmo, além de conferir dicas do que não pode faltar nesse espaço e muito mais.

Confira tudo isso logo abaixo:

O que é um quarto minimalista?

Para começar pelo começo, vamos entender melhor o que é um quarto minimalista e como esse estilo funciona na prática.

Um quarto minimalista nada mais é que um quarto com elementos de decoração e composição influenciados pelo estilo minimalista, um movimento que valoriza a criação de espaços com o mínimo de elementos possível, seja na decoração, ou na composição do ambiente.

Por prezar por aquilo que é essencial e funcional, o minimalismo valoriza as linhas mais retas e sóbrias, assim como cores mais neutras e mais claras, como o branco, bege ou cinza.

Então, para criar um quarto minimalista, você deve priorizar a velha máxima do menos é mais, focando apenas no que é essencial tanto no visual quanto na organização do seu quarto, sem nunca deixar de lado a beleza.

Como montar um quarto minimalista?

montar um quarto minimalista
foto de Ekaterina Bolovtska no Pexes

Tendo aprendido o que é exatamente um quarto minimalista, é hora de descobrir como montar o seu, tendo em vista as escolhas visuais desse estilo.

Para montar um quarto minimalista, você precisará equilibrar a economia visual com a praticidade e a elegância, valorizando os espaços vazios do seu quarto com uma composição de linhas retas e simples.

Para isso, é ideal usar móveis multifuncionais, com design e acabamento bem limpos, além de investir em tons mais claros para o ambiente, com predominância do branco e pequenos contrastes com cores mais escuras, como o preto, ou tons mais sólidos, como o cinza ou marrom amadeirado.

Por fim, também vale focar na economia em objetos de decoração, escolhendo aqueles que vão dar o toque exato de beleza no ambiente, sem desperdiçar espaço ou poluir o visual.

Lembre-se também de valorizar os espaços vazios, eles são fundamentais em um estilo minimalista.

3 elementos essenciais em um quarto minimalista

3 elementos essenciais
Foto de Cats Coming no Pexels

Agora que você entendeu o que é o estilo minimalista e como aplicá-lo ao seu quarto, é hora de conhecer 3 elementos que são praticamente indispensáveis no uso dele, e vão te ajudar a montar o seu quarto de forma eficiente.

Veja quais são eles:

  1. Móveis compactos e com design econômico. – Já que nesse estilo o menos sempre significa mais, escolher móveis compactos e com design mais clean é quase uma obrigação. Melhor ainda se eles forem suspensos ou multifuncionais;
  2. Pinturas econômicas eficientes ou com texturas minimalistas – A pintura tem um papel fundamental em um ambiente minimalista, pois se torna parte importante da decoração, então usar tons mais amplos e sólidos ou texturas de estilo minimalista pode acrescentar muito ao visual do seu quarto;
  3. Peças com toques amadeirados – O visual de madeira é outra carta coringa no baralho da decoração minimalista, e funciona ainda mais em um ambiente de descanso como o quarto, então use-o à vontade, sempre prezando pela harmonia visual.

Como decorar o seu quarto minimalista?

decorar o seu quarto
Foto de Cup of Couple no Pexels

O Terceiro passo importante na criação de um quarto minimalista organizado e elegante, é a decoração, então chegou a hora de aprender a fazer isso da forma certa. Se você entendeu tudo que dissemos até aqui, vai se sair muito bem nessa etapa.

As regras para a decoração do seu quarto não são diferentes do que já dissemos antes, e você deve focar em uma decoração que utilize cores neutras e linhas retas e simples.

Para isso, vale destacar que uma paleta de cores de 3 tons pode ser interessante, te dando a possibilidade de fazer um contraste com os tons-base, como o preto e o branco, e criar pontos de divergência com a terceira cor, deixando o ambiente mais vivo sem fugir da economia e simplicidade.

Também vale lembrar que as escolhas minimalistas se aplicam à roupa de cama que você vai usar, aos objetos decorativos mais “soltos”, como luminárias ou plantinhas, e também à decoração de parede, como quadros decorativos.

Todos esses objetos devem seguir a ideia de economia e design limpo, criando um ambiente harmônico e atrativo.

Dicas para deixar o seu quarto bem-arrumado

Dicas para deixar o seu quarto
Foto de Curtis Adams no Pexels

Agora você já sabe o que é um quarto minimalista, como montar e decorar o seu e também conheceu 3 elementos essenciais em uma composição desse estilo.

Mas antes de finalizarmos, confira mais 3 dicas extras para acertar ainda mais no seu quarto, e deixá-lo sempre bem-arrumado:

  • Elimine tudo que não faz parte do quarto, deixando apenas elementos indispensáveis a esse espaço;
  • Otimize seus armários e cômodas, setorizando e organizando os objetos neles por categorias;
  • Faça uso inteligente dos espaços vazios. Eles darão uma sensação de amplitude e limpeza ao seu quarto.

Pronto! Agora você já tem todas as dicas necessárias para criar um quarto bonito e estiloso, então comece a pesquisar e ponha a mão na massa hoje mesmo.

Se gostou desse conteúdo, não esqueça de continuar acompanhando nossos textos semanais sobre o mundo da casa e da decoração!

Decoração com quadros: como combinar estilos em qualquer cômodo

Fazer uma decoração com quadros pode ser a salvação para dar um up naquele canto vazio da casa ou esconder aquela rachadura imensa na parede.

Mas saber como combinar estilos e tamanhos diferentes pode ser bem difícil.

Por isso, nesse conteúdo vamos te mostrar como montar uma decoração com quadros em vários cômodos, como fazer combinações criativas misturando tamanhos e estilos, além de também, como utilizar quadros em ambientes integrados e muito mais.

Confira logo abaixo:

Como saber onde fazer uma decoração com quadros?

Decoração com quadros é uma técnica visual excelente para dar um ar mais pessoal e esteticamente atraente a um ambiente, mas como saber exatamente onde usar essas peças?

Se você tem essa dúvida, saiba que para usá-las da melhor forma, é ideal entender qual o espaço que mais precisa delas, ou seja, aquele espaço sobrando ou parede vazia que precisa de uma incrementada na decoração.

Sabendo disso, você pode usar quadros em quase qualquer ambiente, desde a sala até o banheiro, tudo depende do seu gosto e da necessidade do espaço.

Mesmo assim, antes de sair colocando essas peças em cada canto da casa, é bom entender qual estilo de quadros funciona melhor em cada cômodo, de forma que o seu espaço tenha um visual harmônico e alegre.

Então, antes de começar a compor, entenda um pouco da sensação que quer passar em cada ambiente, e pesquise sobre os estilos de quadros e gravuras que mais combinam com a sua decoração.

Como combinar quadros na parede?

Como combinar quadros
Foto de Heather bozman no Pexels

Entendidas as regras para fazer uma boa decoração com quadros, é hora de aprender a combiná-los corretamente na sua parede.

Uma dica muito boa para compor com quadros, é alinhar todas as peças em um mesmo eixo da parede, misturando tamanhos e até estilos de arte diferentes, para criar o conhecido efeito Gallery Wall.

Para fazer isso, você pode criar esse efeito preenchendo uma parede inteira mais isolada, ou em cima de um móvel um pouco maior, como um sofá, por exemplo.

Apesar de ser uma boa ideia de composição, vale lembrar que criar um ponto em comum entre os quadros, como usar o mesmo tipo de arte, ou a mesma cor de moldura, vai te ajudar a manter a harmonia do espaço sem perder a expressividade da combinação de tamanhos.

4 dicas para misturar estilos na decoração com quadros

4 dicas para misturar estilos
Foto de Rachel Claire no Pexels

Além de criar combinações de quadros com molduras e tamanhos diferentes, na hora de criar uma decoração com quadros você também pode misturar estilos visuais diferentes, prezando sempre pela composição harmônica.

Por isso, separamos 4 dicas para misturar estilos de quadros na sua decoração de maneira simples e eficiente.

Confira:

  1. Tente dar uma função para a variação de estilos – Isso pode ser feito com a composição tipo galeria, e deixará a variação de estilos mais harmônica, como parte de uma peça maior;
  2. Encontre um ponto de harmonia entre os estilos diferentes e o ambiente – Variar os estilos pode ser muito útil em ambientes com decoração contemporânea ou mais despojada, e essa escolha faz muito sentido aqui, então anote essa opção;
  3. Crie uma montagem em formato tela única – Fazer uma composição de quadros diferentes em um formato de tela única, como em um mosaico, dá uma função à variação de estilos, deixando o ambiente mais atrativo;
  4. Pense em qual mistura de estilos cabe melhor em cada ambiente – Não adianta misturar estilos contemporâneos com um espaço rústico, ou vice-versa. Então tome cuidado para criar composições que estejam em harmonia com o tom geral do ambiente.

Como fazer decoração com quadros em ambientes integrados?

Como fazer decoração com quadros
Foto de Curtis Adams no Pexels

Se leu até aqui, você já sabe como criar uma decoração com quadros em ambientes específicos da casa, e como combinar peças de tamanhos e estilos diferentes.

Mas existe outra função muito útil para esses itens, que também pode contribuir para a sua composição: a decoração de ambientes integrados.

Em ambientes integrados, usar quadros para criar pequenos pontos de divisão ou conexão entre os ambientes é uma ótima ideia para incrementar o visual, e você pode fazer isso de forma muito simples, variando os estilos de arte ou mesmo os tamanhos das peças em cada cômodo.

Para dar um exemplo concreto, você pode usar quadros para unir o visual de uma sala e cozinha integrada, ou numa sala de estar com sala de jantar, utilizando a mesma paleta de cores nos quadros de cada cômodo, ou mesmo usando o mesmo estilo de molduras.

O mesmo conceito se aplica em uma divisão dos espaços, já que basta apostar em quadros de tamanhos ou estilos diferentes nos dois ambientes para criar uma limitação visual sutil e eficiente.

Truques para escolher os melhores quadros

Truques para escolher os melhores quadros
Foto de PNW Production no Pexels

Agora você já sabe como fazer uma decoração com quadros, e pode começar a sua agora mesmo. Mas antes de ir, veja 3 truques práticos para escolher os melhores quadros para a sua casa:

  • Escolha modelos de imagens, molduras e visuais que você gosta, e que casem com o estilo do ambiente;
  • Pesquise exemplos de composições de quadros na internet. Como esses aqui;
  • Escolha quadros que combinem com o estilo de cada espaço.

Curtiu essas dicas? Então nos conte nos comentários. E continue acompanhando nossos conteúdos sobre arte e decoração!

Como decorar sala de estar pequena? Confira 5 dicas práticas

Você tem uma sala muito pequena e quer mudar a decoração desse espaço, mas não sabe bem como fazer? 

Se a sua resposta for sim, você está no lugar certo.

 Nesse conteúdo você vai entender como decorar sala de estar pequena, levando em conta as escolhas visuais, espaço que tem disponível e o estilo mais adequado para esse ambiente. Tudo para você transformar a sua sala em um poço de estilo e elegância.

Acompanhe:

Como montar uma sala pequena e simples?

Antes de aprender a decorar sala de estar pequena, é importante conhecer algumas boas práticas para montar uma sala pequena e simples, que valorize seu espaço e otimize a decoração.

Para fazer isso, o primeiro passo é criar um projeto de sala bem pensado, levando em conta as medidas do seu ambiente, o estilo que ele vai ter e os móveis que você pretende usar.

Feito isso, é hora de pensar em compor o ambiente, e nessa hora vale lembrar que a sensação de amplitude é o grande objetivo aqui, já que estamos falando de uma sala pequena.

Então, investir em móveis compactos e bem balanceados e focar em truques visuais como usar cores mais claras e brandas são ótimas dicas para começar a montar sua sala com o pé direito, assim como valorizar a iluminação natural ou criar um ambiente integrado.

Todas essas dicas irão te ajudar a preparar o terreno para as escolhas que você fará na decoração. 

Como decorar sala de estar pequena?

decorar sala de estar pequena
Foto de Gustavo Galeano Maz no Pexels

Tendo aprendido os passos iniciais, é hora de passar para o grande momento: a decoração em si; e com as dicas que já citamos, tudo fica mais fácil.

Na hora de decorar sala de estar pequena, a ideia é não fazer composições desordenadas, ou criar um ambiente com uma decoração cheia de objetos visuais. Portanto, foque na simplicidade, nas linhas retas e limpas e em cores claras.

Para isso, você pode usar móveis compactos e mais enxutos, como sofás sem braço ou pequenas poltronas, ou mesmo um rack suspenso embutido, e um painel de TV de cor mais limpa e agradável. 

Como a ideia é aumentar a sensação de amplitude do espaço, compor o visual com espelhos também pode ser uma boa ideia; eles refletem a luz natural e dão um charme para o seu ambiente.

4 truques para uma sala de estar pequena bem arrumada

4 truques para uma sala bem arrumada
Foto de Terje Sollie no Pexels

Tendo aprendido a montar e decorar sala de estar pequena, é hora de avançarmos mais uma etapa, e aprender a deixar esse ambiente bem arrumado.

Por isso, separamos 4 dicas para criar uma sala bem arrumada, que vão te ajudar a deixar o seu espaço ainda mais bonito.

Confira:

  1. Escolha móveis com tons neutros ou amadeirados – Esse tipo de móveis costuma transmitir uma sensação de aconchego para quem mora na casa e para os visitantes, além de deixá-la mais elegante;
  2. Foque na harmonia visual entre a decoração e a mobília – Criar uma harmonia entre os elementos da sala passará a impressão de que tudo está integrado, deixando sua sala bonita, organizada e harmônica;
  3. Não encha a sala de objetos decorativos – Saber dosar na “informação visual” que o ambiente transmite é essencial para deixar o espaço mais organizado. Então faça escolhas estratégicas nos objetos que usará na decoração;
  4. Valorize os espaços vazios – Como o espaço aqui é tudo, se atente para a composição dos móveis e pense em formas de deixar o ambiente mais amplo só com a disposição dos objetos da sua decoração.

Qual cor usar ao decorar sala de estar pequena?

Qual cor usar ao decorar
Foto de Edward Jenner no Pexels

Para criar uma boa sensação de amplitude, escolher as cores certas é um passo essencial para decorar sala de estar pequena, e pode te ajudar a deixar esse ambiente visualmente atrativo fazendo muito pouco.

Para isso, o truque aqui é investir em cores mais claras, como já dito acima; elas deixam o espaço mais aconchegante, aliviando a sensação de pressão que um ambiente pequeno costuma trazer.

Portanto, apostar em uma cor como o branco, aplicado nas paredes ou mesmo em alguns móveis, é ideal para dar um respiro visual e ainda deixar sua sala mais bonita. Mas ele não é o único tom que pode ser usado.

Investir em contrastes com cores como o bege, o cinza, ou mesmo cores mais fortes em tons pastéis, pode incrementar na harmonia visual do espaço enquanto adiciona personalidade à sua sala.

Por isso, aposte em uma mistura bem equilibrada de cores, combinando-as com o estilo da sua sala, e também com o seu gosto pessoal. Veja alguns exemplos para se inspirar.

Como deixar uma sala de estar pequena aconchegante?

deixar uma sala de estar pequena aconchegante
Foto de Andrea Davis no Pexels

 Agora você já sabe como montar e decorar uma sala simples, viu dicas para deixá-la mais arrumada e conhece as cores mais adequadas para esse espaço. Então, antes de finalizar, é hora de conferir 3 truques para deixar esse ambiente bem aconchegante:

  • Decore a sua sala de acordo com cada estação. Assim poderá deixar o ambiente mais confortável em cada variação de clima;
  • Valorize a iluminação natural e também as luzes indiretas;
  • Componha o visual com plantas em locais estratégicos. Elas dão um charme e toque natural à sua sala.

Curtiu essas dicas? Então nos conte nos comentários. E não esqueça de acompanhar nossos conteúdos semanais sobre arte e decoração!